0

Total 0,00 €

Escrito por

As cores vivas nas suculentas durante o inverno

O porquê das cores vivas nas suculentas durante o inverno

 

 

As suculentas desenvolvem cores deslumbrantes em resposta às temperaturas mais frias, bem como a outros stresses ambientais, como mudanças na água e na luz durante os meses de inverno. As plantas produzem pigmentos diferentes durante essas mudanças ambientais para se protegerem. Esses pigmentos, como clorofila (verde), carotenóide (amarelo a laranja) e antocianinas (vermelhos a roxos) desempenham um papel importante durante o processo de fotossíntese. 

 

CLOROFILA (VERDE)

A maioria das suculentas fica verde na sombra porque a clorofila é responsável por capturar a luz do sol para manter o processo de fotossíntese.

 

ANTOCIANINAS (VERMELHO / ROXO)
À medida que a planta é exposta a temperaturas extremas ou ao aumento da exposição ao sol, as células da planta contêm mais antocianinas. Essas antocianinas protegem a planta contra a superexposição à luz ultravioleta, bem como contra mudanças extremas de temperatura. As antocianinas são mais estáveis ​​em temperaturas mais frias. É por isso que vemos as suculentas mais coloridas nos meses de inverno.

 

 

 

CAROTENÓIDE (AMARELO)

Ao longo do verão, quando a fotossíntese ocorre em grande velocidade, grandes quantidades de pigmentos que parecem verdes (clorofila) são produzidos e o carotenóide é oculto. No entanto, quando a temperatura cai e a atividade fotossintética diminui, a produção de clorofila também diminui e sob a influência do carotenóide pode-se observar mais amarelo nas suculentas

 

Escrito por

Dicas para cuidar das suculentas durante o inverno

 

As suculentas são as plantas ideais para dar uma aparência deslumbrante e colorida aos seus espaços.

Sendo visualmente atractivas e de baixa manutenção, não admira que tenham se tornado tão populares! 

Mas é importante cuidar delas durante os meses de inverno. As temperaturas baixas ou geadas pode ser prejudicial a certos tipos de suculentas. Algumas podem precisar de ser protegidas!

 

Como?



. Leve as suculentas para dentro de casa

Se possível, é sempre uma boa solução trazer as suas suculentas para dentro durante o inverno.

Quedas extremas de temperatura são raras, mas basta uma noite fria para danificar suas plantas.

A ideia é garantir que estão num local onde a temperatura não desde dos 8/10 graus Celsius.

No entanto é importante certificar de que recebem de 3 a 4 horas de luz solar indireta por dia.

Estando no interior é importante a verificar também os insetos, como cochonilha e pulgões. Quando estão em espaços fechados terão mais tendência de aparecer, esteja atento e trate de imediato!



Cuidados com as Suculentas no exterior


1. Reduza a rega , comece logo no final do outono!


As suculentas ficam dormentes durante os meses de inverno, por isso precisam de menos água ainda durante esse período.

Portanto, pare de rega-las quando as temperaturas começam a descer e os dias a ficarem mais curtos.

Reduza para uma vez por mês, mas também é uma boa ideia verificar o nível de humidade do solo antes de regar. Regue só quando o solo estiver completamente seco! 

 

2. Certifique-se que o solo tem boa drenagem

Certifique-se de que o solo onde elas estão tem uma boa drenagem, pois as raízes  sempre húmidas pode matar as suculentas.


(falaremos mais a frente sobre este tema)



3. Cubra suas suculentas

Se souber que as temperaturas de baixas estão a chegar, pode cobri-las para sua proteção. 

Existe mantas de proteção especificas para esse fim, mas pode também criar a sua. Apenas certifique-se que as plantas precisam de luz solar e boa circulação de ar.

 

Comprar manta termica

 

 

 
 
Escrito por

As Tillandsias – plantas aéreas

 

 

Características das Tillandsias  

As espécies com folhas de fina espessura e lisas, habitam zonas mais chuvosas e sombrias, enquanto que as variedades com folhas mais grossas e texturadas, são oriundas de regiões mais secas e luminosas. A principal característica destas plantas é a de que não necessitam de solo para cumprirem o seu ciclo de vida. 

 

Cuidados com a planta

Um mal-entendido comum sobre as plantas aéreas é que eles não precisam de nenhum cuidado.  Infelizmente, isto não é verdade. Embora, relativamente, eles exijam muito pouco cuidado. Originalmente, as plantas aéreas são capazes de viver da humidade do ar, e é por isso que são chamadas assim. É um tipo de planta muito forte, que requer menos cuidados do que a maioria dos outros tipos de plantas domésticas.   As plantas de aéreas têm pequenos pêlos acinzentados / brancos em suas folhas, chamados tricomas. Através dessas estruturas, elas são capazes de obter os nutrientes necessários do ar de uma maneira muito eficaz. A humidade em suas áreas nativas é muito maior do que aqui, e é por isso que as plantas aéreas precisam de alguns cuidados!

Como cuidar?

 - Pulverize regularmente / molhe-a. 

- Coloque sua planta em um local iluminado, de preferência com circulação de ar, pois ela precisa secar após a rega. 

- Proteja-a das geadas durante o tempo todo.

- Proteja de luz solar direta (a luz solar indireta é a melhor).

- Gosta de estar em um ambiente aberto. 

Nos meses mais quentes, pulverize sua planta uma vez / duas vezes por semana. Isso pode ser feito uma vez a cada duas semanas durante os meses mais frios. Pode ser feito com água (de preferência água natural - da chuva por exemplo). 

Importante é que as plantas aéreas precisam de tempo para secar completamente.  

Além da pulverização regular, recomenda-se a imersão mensalmente. Sinta-se à vontade para ler mais sobre o "método de imersão" na parte inferior desta página.

 

Plantas aéreas em vidro aberto

Basicamente, o mesmo cuidado enumerado acima se aplica em um copo aberto.

No entanto, é muito recomendável retirar a planta do copo depois de pulverizá-lo. 

Além disso, o aconselhamos a deixar a planta secar completamente antes de colocá-la no copo novamente.

Para melhorar ainda mais a saúde de suas aéreas, o método de imersão mensal também pode ser aplicado aqui.

O importante é sempre deixar a planta aéreas secar completamente antes de colocá-lo novamente no copo. 

 

Plantas aéreas em ambiente fechado / vidro fechado

Uma vez / duas vezes por semana, pulverize com água (uma vez / duas vezes a cada duas semanas nos dias mais frios).

Coloque o a sua planta de volta no copo quando ele secar completamente. 

Como as aéreas valorizam a circulação do ar, elas podem se deteriorar mais rapidamente quando colocadas em um ambiente fechado, como um vidro fechado. 

Portanto, fique de olho na aparência da planta.

Sempre que você se aperceber que a cor se está a perder ou começa a parecer um pouco diferente / menos saudável, recomendamos que aplique o método de imersão.  

O mais importante após a imersão é deixar a planta secar completamente em um ambiente aberto, com boa circulação de ar e luz brilhante (sem luz solar direta).

Após o método de imersão, verá que a sua planta volta a ter uma aparência forte e saudável, de seguida poderá ser colocada novamente no copo.

Sempre que vir o mesmo processo de deterioração acontecer novamente, o processo poderá ser repetido. 

 

 Método de imersão

 

 

Para deixar as suas plantas aéreas ainda mais felizes, é recomendável mergulhá-las mensalmente em um recipiente com água (a água natural é preferível à água dura). 

As suas plantas aéreas sugam a água por um período de tempo de cerca de 30-60 minutos.

Após a imersão, gostam de ser colocadas em um local iluminado com boa circulação de ar para secar completamente.

Verá que voltam a ter uma aparência forte e saudável depois deste processo. 

Muito importante é o processo de secagem. 

Etapa 1: Mergulhe em água morna. Tente usar água filtrada ou, de preferência, água da chuva.

Etapa 2: aguarde 60-120 minutos.

 

Etapa 3: Sacuda suavemente a água de suas plantas. Deixe-as secar completamente.

 

 

 

 

  

Escrito por

CUIDADOS BÁSICOS COM AS SUCULENTAS

As suculentas são uma das maiores tendências do jardim e da decoração.
Estão a decorar casas e jardins, como casamentos e eventos, e até aplicadas em bolos.

 

E porquê?
São claro, visualmente atrativas, mas a sua melhor característica é necessitarem de poucos cuidados!

 

As suculentas são muito simplesmente plantas que se adaptam a climas adversos, e por isso desenvolveram mecanismos de retenção de água nos seus caules, folhas ou raízes.

Cuidados básicos

 

Em vaso

1. Garantir que tenham uma boa drenagem.
2. Usar um substrato específico para plantas em vaso.

3. Colocar num local onde a planta receba no mínimo 6 horas de sol por dia (também podem ser de luz, mas na maior parte dos casos é melhor sol direto).

 


No jardim

4. Ao plantar evite misturar com plantas que necessitem de muita rega.
5. Verifique se o local escolhido tem boa drenagem do solo.
6. Escolha sempre locais mais protegidos e com boa exposição solar.

 


No geral


7. Fertilize regularmente, sempre com adubo específico para suculentas e segundo as suas especificações.

8. A rega nas suculentas deve ser sempre moderada. A regra é regar apenas quando o substrato secar completamente. No verão por exemplo pode haver a necessidade de regas semanais, enquanto no inverno pode passar semanas sem necessidade de rega.

Se colocadas no exterior, no inverno, não precisam de ser regadas.

 

 


 

Siga-nos através do

 

 

Este site utiliza cookies para lhe garantir a melhor experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a utilização dos cookies.